ACORDO ORTOGRÁFICO

 

Foi aprovado no Brasil o novo acordo ortográfico. Este acordo, que vai modificar 0,43% do dicionário brasileiro, unificará a forma como é escrito o português nos países que falam a língua. Confira algumas das alterações que o novo acordo trará para o português escrito no Brasil: · Alfabeto: Passará a ter 26 letras, ao incorporar “k”, “w” e “y”.

Trema: Deixará de existir, só permanecerá em nomes próprios, como Hübner ou Müller.

Acento agudo: Desaparecerá nos ditongos abertos “ei” e “oi” em palavras como “idéia” e jibóia” e nas palavras paroxítonas com “i” e “u” tônicos, quando precedidos de ditongo em palavras como “feiúra”.

Acento circunflexo: Desaparecerá em palavras com duplo “o”, como vôo e enjôo e na conjugação verbal com duplo “e”, como vêem e lêem.

Acento diferencial: Não se usará mais acento para diferenciar “pára” (verbo) de “para” (preposição) ou “pêlo” (substantivo) de pélo (verbo) e pelo (preposição mais artigo).

Hífen: Desaparecerá em palavras em que o segundo elemento comece com “r” e “s”, como “anti-rábico” e “anti-semita”. A grafia passará a ser “antirrábica” e “antissemita”. O hífen será mantido quando o prefixo terminar em “r”, como em “inter-racial.

Contato Grupo Editorial

Criação de Sites: RESOLVEDOR